27 March 2009

Madonna's "I Am Because We Are"


A cara da notícia dispensa apresentações mas o tema é outro. Estreado o ano passado em Cannes, o novo documentário de Madonna ,“ I Am Because We Are”, encontra-se muito longe dos documentários habituais promovidos e protagonizados pela própria ao longo dos anos. Não é um “Na Cama com Madonna” revisitado, nem um documentário a puxar mais para o sério e profissional sobre a última tournée com a família toda atrás e também não se trata de a ter como figura central numa qualquer ficção em que a sua actuação desilude. Não tem o Sean Penn, o que é uma maçada porque o homem já é Oscarizado duas vezes (foi uma falta de timing imperdoável), não foi também realizado pelo Guy Ritchie e muito menos pelo ex-companheiro actual.
Precisamente agora que o impensável tinha acontecido, ou seja, cada vez mais achar menos piada à Madonna e não, não é um eufemismo e também não é porque ela está a ficar velha, mas sim porque nos concertos a que assisti ela não sobressai, canta mal, é mecânica e assim que começa, ainda cheira a suor dos ensaios: 1, 2, 3, perna para a frente, Agora!. Mas precisamente nesta fase, dizia eu, surge este documentário. Não sei se é bom, não vi, mas dizem que sim. A mim sensibilizou-me a ideia, o trabalho, a ligação com associações que fazem este tipo de intervenções há muito tempo, o site, o trailer, enfim, o esforço. Penso que é essencial perceber que não é por se tratar da Madonna, não é porque é dela que deve ser visto, mas isso acontecendo, que acontece, que seja positivo, que se consigam alcançar muitos e novos objectivos. Talvez por isso mesmo, sabendo disso, tenha dado a cara desde o início do projecto, tenha falado intensivamente no assunto e tenha feito o vídeo abaixo, lançado esta quarta-feira no YouTube. E talvez seja também por isso mesmo, depois de ver tudo, que acabei de doar $10. Podia ser mais, eu sei, mas afinal, não é um concerto da Madonna, pois não? E isto sim, não sendo igualmente um eufemismo ou outra qualquer figura de estilo, é de uma injustiça tremenda. E é disso que falamos. O Mundo é mesmo aqui ao lado, estamos todos muito mais perto do que imaginamos. E eu, sinto-me onde estou, como a minha vizinha, de janela.

Call to Action


Trailer


"We all belong and what hurts the one affects the others as well."
Desmond M. Tutu
Archbishop Emeritus of Cape Town
Nobel Peace Prize Laureate (1984)

UPDATE: E-mail da Fundação Raising Malawi

Subject: Donation to Raising Malawi

Dear xxxxxx,

Thank You!

We have received your generous donation to Raising Malawi in the amount of $10.00 on March 27th, 2009.
You will soon receive a letter in the mail acknowledging your gift, which you can keep for your financial
records.

In the meantime, if you have any questions about your donation please don’t hesitate to contact Elisa Pittman
at +1 310 867 2881, or email elisa.pittman@raisingmalawi.org

Sincerely,


Philippe van den Bossche
Director of Development
>

23 March 2009

À mão de semear...

Amigas,

esta é mais uma oportunidade que não podemos deixar escapar...está mesmo à mão de semear...Eu e a Nunette adoramos o "reclame":)

Portugal está cheio de rapazes giros e "gays"...só em Lisboa e no Porto estão milhares deles e viajam sozinhos nos seus automóveis...Tudo o que levam é energia desperdiçada.....UiUi e que energia meu DEUS...

Se não for por uma consciencialização ecológica ao menos por mais uma tentativa de engate (p´rá 19 ainda está frio, a cidade já deu o que tinha a dar e o jardim do Principe Real é muito exposto...Espertalhona)

Partilhem o Vosso Carro!!!

Eu imagino a Loucura...5 malucas dentro de um carro...

Beijinho Bom!!!

19 March 2009

Photo Contest


Dou um doce a quem adivinhar.

Kissy kiss

15 March 2009

Mayfly

Depois do formidável spot publicitário da T-Mobile que a Arturette partilhou conosco (o qual comprova o que uma poderosa marca está disposta a fazer, para chegar mais perto dos consumidores) recuei um pouco no tempo (uns 4 anitos) e lembrei-me que já nessa altura se faziam este tipo de apostas, no mercado: incutir lemas de vida.

A deliciosa história da Mayfly - Vodafone: make the most of now.

The common mayfly has a life expectancy of just one day.
But is he miserable about it?
Not one bit.
He fills his day with the things he loves.
He soars,
He swoops,
He savors every moment.
Maybe there's a lesson in this for us "longer-living creatures."
Just think: If we embraced life like the mayfly,
What a life that would be


14 March 2009

07 March 2009

Parabéns!



Uma referência muito especial no dia de hoje para a nossa Loura que invadiu, on fire, primeiro Lisboa e agora Valência. Aproveita a sério! Das madrinhas saudosas, Pipette e NoivaSuburbana, um grande Muuuuuuuuuuuaaaaaaaahhhhhhhhhhhhh!

L'amour

Para ver e ouvir em intimidade:

06 March 2009

Sabem onde é que eu vou hoje à noite?

Liberté, egalité et fraternité!





Caras cherries,
Eu e Maria Pipette voltámos ontem da grandiosa França! Para os anais deste blogue, deixo o Top 4 da nossa viagem (acompanhado por fotografias originais tiradas por mim e por Pipette, duas artistas em ascensão):

1 - Partida - Aeroporto da Portela (voo quatrocentos e tal da TAP):
Comandante Sousa - "Bom dia, Senhores Passageiros, bem-vindos a bordo. Devido a um slot, o voo está atrasado. Por favor, mantenham-se nos seus lugares. Prevemos conseguir partir somente dentro de meia hora, pois está muito mau tempo no aeroporto Charles de Gaulle. Esta é uma situação muito grave e que é completamente alheia à tripulação e à TAP."
Maria Pipette - "Ai, eu quero sair, não quero voar, deixem-me sair já!"
Noiva Suburbana - "Mas não queres ir a Paris com o teu amor?"
Maria Pipette - "humph!"

2 - Paris - a cidade mais bonita do Mundo:




























3 - Marais - o bairro mais gay de Paris:


4 - Chegada - Aeroporto da Portela (Voo qualquer coisa da TAP):
[Ventos fortes/avião descontrolado]
Noiva Suburbana - "Aterrem esta m###! Estou a ter um ataque de pânico!"
Maria Pipette - "Reza, reza!"