21 September 2009

FIM DE SEMANA EM PARIS (ALUCINANTE)

Como planeado neste passado fim de semana Nunette, Luizinha e Loura Migratória (mais migrada que nunca) decidiram ir juntas ao perigo a após instalar luxosamente a Rubina no All Seasons Dog Care lá abalam elas pour le Chemain di PARIS,
Foi uma verdadeira avenura com altos e baixos conforme descrito de seguida.
Parte melhor da Viagem; A CIDADE DA LUZ NA SUA GRANDEZA EM MONUMENTOS
Parte pior da Viagem: OS PES E PERNAS QUE NÃO AGUENTAM TANTO KM EM 2DIAS
Ponto alto da viagem: O FINAL DA VISITA A PARIS E A INVERSÃO DE MARCHA DA NUNETTE APOS SAIRMOS DE PARIS RUMO A ANTUERPIA

1º SUSTO: O HOTEL

Escolhido apenas para dormir mas em um site fiável e recomendado, Luizinha escolheu um hotel baratucho, mas que de acordo com a descrição inserida, se situava a curta distancia a pé dos pontos a não perder na curta viagem a Paris, ora era isto que se queria.
Eis que ao entrarmos no dito cujo, já nos surpreendemos com o mau gosto da decoração logo na recepção e entrada, mas após meter a chave à porta do quarto ouviram-se os seguintes comentarios;
da Loura: "Vamos dormir na dispensa das vassouras",
da Nunette, "Pois é eu bem queria gastar os pontos dos NH", Mª Luiza (culpada) apenas diz "é só para dormir..estejam caladas" mas mais tarde vinga-se de ter sido enganada, e pelas 21h00 na hora da banhoca, entre a peregrenição e o jantar acende um cigarro e eis que dispara o alarme de incêndios do Hotel fazendo com que todos os hóspedes (menos as culpadas)corressem escada abaixo evacuando o Hotel pensado tratar-se de um incêndio, no final tudo acaba em bem pois na verdade, foi o 1º teste efectuado ao sistema de incêndio instalado (assim percebemos, as tais obras recentemente efectuadas que descrevem o hotel no site), pois o Ramalad levou cerca de 20 minutos para conseguir desactivar aquela MERDA, só faltaram mesmo os bombeiros entrar pelo Hotel dentro de mangueira em riste, hi hi hi....




2º SUSTO: A DESCIDA A CIDADE

Cedo nos apercebemos que afinal não estavamos assim tão perto a pé dos pontos a não perder e eis que após uma boa meia hora a andar alucinadamente cagadinhas de medo de tanta sirene e tanto Gendarme e Gendarma a fazerem as mais loucas manobras no já caótico transito da cidade, chegámos à Praça da Bastilha (que todos odiámos pela sua frequência) e uma multidão juntava-se junto à Praça.
Mª Luiza que por esta altura já só queria voltar a recatez do lar em Antuerpia dirige-se a uma Mme Gendarme pergunta: " Qu'est-ce qui se passe aujourd'hui à Paris? Ao que a gendarma responde:


A FANTASTICA (MAS MARTIRIZANTE) DESCIDA A PÉ DE TODA A CIDADE ATÉ AO ARCO DO TRIUNFO

Como autenticas Japonesas as 3 malucas lá desceram e desceram fotografando tudo e TODOS os homens bons que passavam cansadas mas encantadas lá foram registando tudo o que se podia ver em PARIS


O ABENÇOADO BARCO QUE NOS TRAZ RIO ACIMA E A ESPLENDIDA VISTA DA CIDADE AO CAIR DA NOITE VISTA DO RIO

Ao cair da noite sem hipotese de locomover-se de taxi devido ao transito paradissimo devido a Parada, as 3 decidiram que era hora de regresar tanto quanto possivel sentadas,então lá retornaram mais de metade do caminho em:

Mas não foi suficiente, apos o desembarque e outros 10 minutos até a Rue do Chemain Vert, descobrimos que aquele era o inicio da subida de uma das ruas mais compridas das nossa vidas.
Em Portugal colocam-se números em todas as portas penso que em Paris não pois do 1 ao 121 PQP, que nunca mais chegávamos.

O JANTAR COMO NAO PODIA DEIXAR DE SER FOI NO LE MARAIS (MAS JA DE TAXI)

Nem no Love Ball se vi tanta bichona,chona,chona por KM2 como ali, mas da graciosa variedade inicial depressa se passa ao enjoo por excesso e até a Loura que se transformou na maior bichona de entre todas nós sentada após a janta num café na esquina mais trespassada do Marais diz." Ai, olha eu se continuo aqui muito mais tempo, viro homofobica", claro que não pela quantidade de bichonas mas pelos exageros e femeninismos usados em 90% delas.


2º DIA MONTMARTRE

Após uma noite merecidamente descansada (a esta hora já nem demos pela feiura do quarto do hotel), check out da espelunca, arrancámos para a derrier etápe a que nos faltava: Montmartre, nova decepção com o Moulin Rouge que no que respeita ao aspecto exterior, não ultrapassa em muito o nosso Maria Vitória (lol), e eis que se nos apronta nova peregrinação na subida até ao Sacré Coure (qual Bom Jesus de Braga que se faz só com uma perna)


O PONTO ALTO DA VIAGEM:

Ja de regresso a Antuerpia, eis que se fala no carro na Eurodisney, Mª Nunette. regride aos seus tempos de garota e eis que após subito e imediato consenso entre as 3, zuca, zuca, zuca, naquele GPS e naquele volante, e decide voltar para trás com destino em GPS ao Parque Disney e então tudo se transforma ao entrar aqueles portões, temos a sensação que estamos a realizar um daqueles sonhos que fizeram parte do nosso imaginario enquanto crianças mas que nunca se concretizaram, levando a que 3 adultos parecessem autenticas crianças correndo de uma diversão para outra para aproveitar o tempo até ao encerramento do parque às 21h00, esquecendo durante aquelas 6 horas tudo o que as rodeia, divertido-se até à exaustão aqui ficam alguns registos:



AS MAIORES DIVERSÕES DA NUNETTE E NOSSAS TAMBEM:







Beijos a todas
LUIZINHA
Nota: Este longo Post é sobretudo em homenagem à minha Nunette e aos momentos que ao longo destes quase 7 anos me tem proporcionado, Mori adoro-te, mori.

3 comments:

Nunette said...

weeeeeeeeeeee vrummmmmmmmmmmm
ai melheres eu venho maluca, maluca maluca de toda com o space mountain e com a criancada toda e o pato donald e a mickey!
bem dito o momento em que eu disse que íamos voltar para trás e que tb iríamos pagar 50 euros por bilhete, nem que morresemos tesas, assim que passámos os grandes portões do parking (já à la Disnelyland)

ainda bem gostaste amori já que te fez bem à tiróide - aquilo vai passar a ser o nosso SPA ;-p

aninhas do Douro said...

keridas Amigas
O k eu amei ler este vosso post.
Só consigo imaginar a Nunette vidrada com a bonecada e com montanhas russas (loucas em velocidades) que lhe arrebitam as mamas e lhe fazem esqueçer a sua parte de Lady e renascer a criança que existe dentro dela.
AMEI.AMEI.AMEI O cometário final da Luiza . Vês Marie Nunette ela tem a mania k é forte e BOA mas depois tb sabe agradecer e reconhecer kem é seu grande MORI..
beijos para as 3 Loucas e desvairadas que moram no meu coração e de quem tenho muitaaasss saudades.

Noiva SubUrbana said...

Nice post, Luizinha!