10 February 2010

I became a desperate housewife

Pois é amigas,tenho estado nesta inercia que me cola ao sofá horas a fio.
Sem vontade para mais nada senáo cuidar da minha amada cara metade, o que se traduz em manter a casa pronta e quentinha refeição pronta, etc, para quando ela chega.
No entanto, apesar da melancolia existente enquanto Nunette não está comigo, existem coisas que me fazem feliz como o acordar hoje as 08:00 para preparar o pequeno almoço e deparar-me com as ruas novamente totalmente cobertas de neve que já nem os Belgas acreditavam que voltasse.
Neste momento e pelo bem da sanidade mental que ainda resta á minha Nunette só quero sair deste país (do qual até gosto) para Londres se as minhas preces forem ouvidas ou em ultimo caso para Portugal e começar novamente uma vida activa, pois sinto muito a falta de trabalhar.
Ficam as imagens lindas de um tempo que se move lentamente mas que me faz sentir que esta é a opção mais correcta e a que mais nos faz felizes a ambos.


Beijos desde a neve da vossa

Luizinha

1 comment:

Nunette said...

ai eu ando exaurida de todo..