27 March 2007

Conversas de ginásio

Ora cá estou eu de novo e não (bem) vinda do ginásio.

Eu tinha aqui uma coisa a martelar-me a cabeça e sabia que acabaria por vir aqui, transmiti-la. Que eu tenho andado com sonhos terrivelmente estranhos, para muitos será novidade mas, isso agora, não interessa. OK.. ;-) só para terem ideia, porque cuscas mais cuscas que vocês, não há) tenho tido sonhos tipo:

- estar com o meu ex-chefe da multinacional pendurados tipo homens-aranha naquelas tábuas rústicas que servem de tectos-falsos e eu cheiaaaaaaa de medo a tentar sair de lá, com a ajuda dele, por uma janela;

- estar com o meu primeiro e mais umas pessoas que não me recordo, numa estação de comboio, tipo desalojados e eu decidir saír de todo aquele cenário e quando chego a casa (um desalojado com casa?!?!) vejo que me tinha esquecido dos meus gatos (os que já morreram) e ficar preocupadíssima e ir a correr para a estação da CP e eles virem numa das carruagens;

... tudo isto, reticências mesmo, não perceberam voltem a ler.

Dizia eu.. ah, que isto não interessa nada. Isso mesmo. Desabafava eu que tinha de vir aqui transmitir-vos uma coisa que não me sai da cabeça.
Como algumas sabem lá ando a dar nos pesos, de novo. No meu rico ginásio, as bichas misturam-se com as não-bichas e convivem todas harmoniosamente, andam todas nuas pelos balneários, abraçam-se e só estou ainda à espera dos beijinhos, um dia destes.

Como eu sou uma pessoa arrogante, pretenciosa, individualista e que não me dou com ninguém, não passo de um mero espectador e cusco de tudo o que se passa por lá (ou não seja eu um observador, por gosto).
Claro que já ouvi de tudo, até umas pretas absolutamente fabulosas que lá andam (e sim, são A-B-S-O-L-U-T-A-M-E-N-T-E) a dizer coisas tipo "olha-me bem aquele cú.. eu devo andar mesmo com fome". Até aqui, nada de especial, de tão transcendente. Ri-se e segue-se para a próxima.

No entanto, ontem, dois velhos amigos ou colegas reencontraram-se (após alguns tempos sem se verem) e eu, enquanto fazia aberturas com pesos de 24 Kgs, ouvi o seguinte:

(1ª) - epah, há tanto tempo, tás fixe?
(2ª) - epah tou, tou aqui a tentar ficar maior
(1ª) - pois nota-se, tu dizes ás vezes que não consegues mas cada vez que te vejo a verdade é que estás
(2ª) - tem de ser páh tem de ser
(1ª) - e que é feito?
(2ª) - epáh, nada de especial, casei-me... epáh tem de ser...

PAROU TUDO!!!!!!!!! PAROU!!!! ALTO E PÁRA O BAILE!!!!

Ponto nº 1 - casar não é nada de especial
Ponto nº 2 - casar, tem de ser

Antes que me prolongue demais, eu acredito que sejam espertas o suficiente para, de uma forma mais introspectiva (não têm necessariamente de ser nenhumas filósofas nem escritoras para lá chegarem) pensarem, meditarem sobre os dois pontos.

Olhem que dá que pensar até porque todas temos orientações que, à partida, não nos permitem casar, porque tem de ser.

A cada vez mais insuflada, Nunette.

3 comments:

Anonymous said...

A multinacional!!!

Para que se fique sabendo eu tb trabalho numa Multinacional. Não é só a outra... Tb tenho direito de trabalhar numa empresa grande e internacionalmente Bichona.
Esta sexta feira recebemos o adminsitrador da holding. Velha e horrorosa, mas eu bem tentei meter conversa em françês com ela para ver se ela tinha alguma filha gira, solteira e ja agora que fosse bixa. Apesar de Lx estar à frente de New York, no que diz respeito à qualidade de vida, a menina aqui ja esta cansada desta cidade...e desejava ter umas amigas tipo " Sex and the City" e percorrer as festas de uma cidade cosmopolita.
Como não consegui chegar à velha, resta-me ir conversando discretamente e sem saber quem eu sou na net com uma rapariga que acabei por descobrir que a filha de umas directoras da Multinacional onde trabalho. Quero chegar longe na vida...e a unica maneira que descobri é mesmo dar o golpe do baú! sim golpe mesmo, podem-me chamar salafraria, pistoleira...mas eu dou golpe mesmo! Ja uma das minhas amigas dizia "Eu sei ser boa, mas qd sou má, ainda sou melhor!"
Por falando em passatempos extra trabalho, eu e as minhas colegas la da Multinacional,andamos em Torneio de Futebol Salão. Isso mesmo FUTEBOL, aquilo que as bixas so gostam de ver...Eu sou um talento esquecido, sim porque eu na aldeia e na escola jogava futebol.
So vos digo BARBARO!!!Nos balnearios é de louvar os céus de ver tantos corpos heteros, virgens de pilas pelos seus rectos a dentro (penso eu!!).
No principio tudo muito timido, eu descontraidissima a admirar algumas colegas,principalmente o Ricardo, que tanto a Arturette e a Fernandette gostam.
Vou tentar levar para a proxima uma Cam e filmar e publicar aqui neste blog. Aquilo é que são homens a serio e reais que se toca e se da um aperto de mão! Quais beijos, quais quês!!!
Fico por aqui dando um Bjinho Bom a todas voces...

Anonymous said...

ja agora e por esquecimento...fui eu quem escrevi o comentario anterior...ja que a outra não me da a password!
Pedrette

Nunette said...

ó melher eu disse multinacional por forma a omitir o seu verdadeiro nome... ;-)

e quanto ao convite eu já o enviei mas como aposto que a menina deve receber N mails diários, cheios de pics porcas, pensou que o convite era mais um spamezinho qualquer...

Nunette